21 de abr de 2012

Silêncio, seguido por um suspiro calmo, uma noite, um céu... e silêncio.
Há dias em que momentos assim parecem estar extintos. 
Mas hoje é tudo tão calmo, mas não vazio, só calmo mesmo. Silêncio e memórias. Memórias são essenciais. Seria só um pensamento, um momento de paz. 
Eu procuro outro caminho agora, mas eu procuro com a alma que eu ainda não conheço completamente.
Pensamentos voam longe. É um caminho totalmente desconhecido, são vontades, são deveres e são sentimentos. Vamos aproveitar enquanto é tempo, o amor está aqui, amanhã é outro dia. Só hoje. 
Ele toma conta do silêncio dessa madrugada. E o sono foge outra vez.

 
[...] assim vou percebendo que 
há coisas que não precisam ser escritas para serem lembradas, viver já é tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Esse é o seu espaço. Que ele seja doce !