24 de abr de 2012

Sabe, às vezes é estranho escrever sobre algo que não me machuca, porque nunca consegui isso antes, não dessa maneira. Acho que você realmente chegou para mudar algumas coisas, colocar o fim em algumas necessidades, mostrar o que realmente é abraço, sorriso e saudade. Eu já disse te amo para pessoas que não mereciam e foi você quem me fez enxergar isso. Eu sei que não sou uma pessoa muito fácil de lidar, tenho muitos defeitos e manias. É muito bom e inexplicável saber que você pensa em mim todos os dias antes de dormir. Que faz planos, que tem saudades, medos e vontades. Fazer parte do seu futuro é o que eu pretendo para o meu, independente do que aconteça e de como aconteça, eu sei que vai acontecer. Se não for como desejamos, que seja da melhor maneira possível. Se não for sua mulher, que eu seja sua melhor amiga. Se não for o seu sol, que seja o brilho das estrelas. Se não for um sorriso, que seja um olhar. Se não estiver aqui, que eu esteja por ai. Se não conseguir me encontrar, mande me procurar mesmo que seja em suas lembranças, eu sei que ainda estarei lá. Se um dia a nostalgia se instalar, não se esqueça, eu estive, eu estou, eu sempre estarei ao seu lado.Desculpa por surtar às vezes, é a minha maneira de mostrar que você faz comigo o que ninguém nunca fez antes, você me fez viver a realidade. Você se tornou a minha realidade.
Eu não posso te prometer o para sempre, ele não me pertence.
Cultive o meu amor e fique por perto, isso deve ser o bastante enquanto o pra sempre não chega!

Passei toda aquela tarde olhando o céu. Reparei nas nuvens. Na maneira engraçada com que elas se movimentavam lá em cima.  Algumas rápidas, como se estivessem muito atrasadas ou apostando corrida entre si, outras lentas, tão lentas que nem pareciam se movimentar.
Algum tempo depois, percebi o brilho do sol. Como ele era soberano sobre todas as outras coisas. Seu calor iluminava e ao mesmo tempo, esquentava todos os seres, mantendo assim tudo em perfeita harmonia.
Naquele momento percebi que o sol é como o amor. Pois assim como ele, o amor nos aquece e nos auxilia nos dias frios que temos no decorrer de nossas vidas. E assim como o sol, o amor é único.
A estrela brilhante que jamais conseguiremos alcançar, mas que se for a hora certa, sempre conseguiremos sentir. Independente da distância. Do tempo. E todas as outras coisas.
Antes de escurecer, fechei meus olhos e agradeci a Deus.
Eu já não precisava mais entender o formado das nuvens.
Meu sol que há muito tempo estava perdido em algum lugar do universo, já amanhecia na minha vida.

23 de abr de 2012


" Não precisa correr tanto, o que é seu às mãos lhe há de vir. "
-  Machado de Assis


Embora não tenha muitos motivos pra acreditar nisso, acredito.
Porque acreditando fica mais fácil de acontecer, assim penso eu.
E seja suas poucas certezas e suas muitas dúvidas. Seus medos. Suas saudades. Sua razão ou a falta dela. Sua loucura. Sua paz. Sua guerra. Sua espera. Seu coração.
Essa hora cedo ou tarde chega.
As vezes essa é a hora de uma alegria louca, outras vezes é a hora da dor mais pungente !
 Essa é a hora mais sua. A mais verdadeira. A mais desconcertante. Desafinada. e importante.
Sei que não importa o lugar nem o tempo - a gente vai se encontrar.
E esse dia vai ser tão claro, tão quente ,tão lindo.
Porque eu quero por-do-sol colorido, uma noite entre as estrelas, um abraço apertado.
Eu quero mais é dançar na chuva .
Mas por hoje, eu só quero é sentir.
E como num passe de mágica, tudo fica mais leve, mais brando e as estrelas cintilam sobre mim.
Te amaria outra vez, se você quiser perguntar...
 Te amaria outra vez pra você nunca duvidar...
 Te amaria outra vez se visse você partir...
 Te amaria outra vez se eu tivesse que te buscar...
 Te escreveria outra vez longas cartas de uma eterna namorada...
 Te ligaria outra vez, te acordaria outra vez, pra conversar durante toda madrugada'...
 Por você eu faria mil vezes tudo o que foi preciso pra te ter aqui...
   Te amaria outra vez!


- Fernanda Brum

22 de abr de 2012


Chuviscava naquela tarde avermelhada de abril em New York, um mês diferente dos outros. O mês de aniversários e mudanças climáticas. Alice era apaixonada pelas metáforas da natureza, uma jovem doce, das íris chocolate, da pele alva e do rostinho corado. Mas naquela menina tão linda de feições cálidas imperava a insegurança, o medo da rejeição.
Mas ela não deixava de acreditar no amor. Sabia que um dia ela encontraria uma pessoa que quando estivessem juntos, aquele abraço valerá mais que mil palavras. 
Ali, deixando-se molhar pelo sereno gelado daquela cidade, ela pensava na ironia do destino.
Afinal, Alice sabe que amar é dar sem garantias. Sem exigir nada em troca. Arriscar, acreditando que vai dar certo. Sem olhar pra trás e se arrepender porque deu errado ou porque não era bem assim que você planejou. Acho que amar é a incondicionalidade. Não impor condições. Não ter prazo de validade. 
Então, por onde andará o seu principe encantado?
Aprende menina, que as melhores coisas da vida acontecem quando a gente menos espera.
Deixe a porta aberta, e vá ser feliz!


Pare de idealizar seu amor em vez de encontra-lo.
O amor não é sempre como um raio, as vezes é só uma escolha.
Talvez o amor verdadeiro seja uma decisão, decisão de correr um risco com alguém.
Dar-se, sem se preocupar se irão dar algo em troca ou magoar você ou se é a pessoa certa.
Talvez o amor não seja algo que aconteça, talvez seja uma escolha.

(Amores e Outros Desastres)

21 de abr de 2012

Silêncio, seguido por um suspiro calmo, uma noite, um céu... e silêncio.
Há dias em que momentos assim parecem estar extintos. 
Mas hoje é tudo tão calmo, mas não vazio, só calmo mesmo. Silêncio e memórias. Memórias são essenciais. Seria só um pensamento, um momento de paz. 
Eu procuro outro caminho agora, mas eu procuro com a alma que eu ainda não conheço completamente.
Pensamentos voam longe. É um caminho totalmente desconhecido, são vontades, são deveres e são sentimentos. Vamos aproveitar enquanto é tempo, o amor está aqui, amanhã é outro dia. Só hoje. 
Ele toma conta do silêncio dessa madrugada. E o sono foge outra vez.

 
[...] assim vou percebendo que 
há coisas que não precisam ser escritas para serem lembradas, viver já é tudo.

As coisas dão certo de dentro pra fora.
Quando encaramos a vida com sorriso de verdade, e abrindo os olhos temos a certeza de que o dia vai ser lindo, não há cara feia ou ofensa que apague o nosso brilho.
Hoje eu decidi ser feliz. 
Desarmada de qualquer sentimento ruim.
E as mágoas? Ficaram lá no ontem. 
Porque hoje eu acordei com a bandeira da paz, hasteada no peito.

20 de abr de 2012

Antes tarde do que nunca
O mundo sorriu...
Mesmo depois de uma guerra fria,
Tinha de haver algo naquele mês de abril.

Mesmo nos rumores de um mundo insano,
Naquele outono de 90,
Algo grandioso estava a acontecer,
Pois a lua não podia ser mais ciumenta...

A lua e os astros deveriam bater palmas,
Dar brados de viva e cantar:
Estava nascendo e vivendo
Uma nova flor no pomar!

Áries devia ter se incomodado
Afinal, quem é esta criatura bela?
Ah, pobre astro..
Mal saberia quem se tornaria ela..

Vinte e dois outonos depois,
Eis que a flor se tornou mais radiante
Cheia de amor, de sonhos e fé...
Ainda sim com toques de menina,
Mas cheia de força, digna de ser mulher!

*********

Poesia de aniversário que ganhei de um grande amigo, Edson J. do Carmo.

6 de abr de 2012


Sou o riso exagerado. Uma gota de orvalho sobre uma flor esquecida. Sou o dia nublado que te faz feliz. Sou a nostalgia daquilo que se quer sempre lembrar. Sou uma ventania assustadora.Sou inconstante e imprevisível, sou o nervosismo. Sou a sensação de rever amigos de infância. Sou o desenho animado que ainda te faz sorrir. Sou a esperança de quem não acredita nos seus sonhos, e o pessimismo que mantém os pés no chão. Sou a melodia sem letra que emana no violão de um sonhador. Sou a luz no fim do túnel e a escuridão da noite. Sou os olhos do cego. Sou a voz do mudo. Sou seus sonhos e seus pesadelos.  Sou sua música preferida. Sou a sua dor, sou o seu pavor. Sou o brilho de uma noite estrelada. Sou o brilho que desvanece, a chama que oscila entre apagar e ficar acesa.