21 de mai de 2011

As vezes é bom colocar uns fones e viajar, me privar das dores do mundo aqui fora. As vezes eu vou para meu passado, as vezes investigo meu futuro e as vezes sinto o presente. 
Talvez eu seria mais feliz- ou mais triste- . Talvez eu teria melhores notas- ou teria perdido de ano- . Eu não sei.
 As vezes acordo com uma vontade louca de viver e não simplesmente sobreviver. Sobreviver as dores, ilusões,desilusões,amores e desamores. Quero viver cada lagrima e poder transforma-la num aprendizado. Quero trazer sorrisos. Não vou sair por ai fazendo loucuras, mas vou viver, me divertir, sair, sorrir, chorar, aprender, evoluir, ensinar. E que o futuro venha, como tem que ser.

15 de mai de 2011


O ser humano vive em uma constante busca. 
Busca de metades que completem lacunas, busca de respostas, busca de perfeições. 
Nessa busca, acabamos esquecendo de observar os diamantes brutos, aqueles que podemos lapidar. Porque talvez, no final das contas, não haja encaixe final do quebra cabeça. Talvez o jogo seja resta um. A graça é a imperfeição.
Vivemos tentando preencher esses vazios e acabamos perdendo pedaços no meio do caminho. Pedaços que depois tentaremos preencher de novo e não conseguiremos. A vida é um jogo de montar. Um jogo onde os adversários são também amigos e que mudam, e nesse ritual de mudanças nós também devemos mudar, nos adaptar. Aceitar. Aceitar que nem todas as feridas serão cicatrizadas. Porque no final, o vencedor do jogo não será aquele que acumulou mais peças e sim aquele que sobreviveu ao maior número de perdas.

14 de mai de 2011

Hoje o céu amanheceu nublado e o tempo gelado.
Acordei como naqueles dias em que só queremos não ser notadas, ficar invisíveis o dia inteiro. Não por nada - ou talvez por tudo. 
É só mais um dia daqueles que a gente tem que aguentar, sobreviver. Mas eu quero é viver, tenho fome de vida. Para onde foram meus sonhos? Vazaram de minhas mãos como areia seca da praia. Olho no espelho e fico assustada - Estou me tornando aquilo que eu temia? Não - repito a mim mesma - É só mais um dia daqueles. Vesti a capa da invisibilidade e adotei o silêncio. Silêncio que tanto me faz bem. Afinal, de que adianta eu falar e não me ouvirem?
Só quero provar pra mim mesma que tem algo bom esperando por mim ali na frente.
Porque né, hoje o céu amanheceu tão nublado.

7 de mai de 2011

" Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania,
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo... "

- Biquini Cavadão


p.s. porque ontem, o show deles foi incrivelmente perfeito *-*

1 de mai de 2011

" Eu me lembro de uma manhã acordando bem cedo.
Havia um sentimento de possibilidade. Sabe? Esse sentimento? 
E me lembro de pensar comigo mesma: "Então, é assim que começa a felicidade. Aqui é o começo. E, é claro, haverá sempre mais".
Nunca me ocorreu que não era o começo. Já era felicidade.
Era o momento... bem ali. "
- As horas -


porque eu estou assim. é só isso que me importa. 
é só isso que me faz sorrir. e só.