26 de jun de 2011

Deus conhece a tua verdade e a saudade do teu coração, em segredo o teu Deus te espera, quer te consolar.
Então volta, só Deus é amor que não passa e não passará.
Então volta, só Deus é resposta que vale a pena esperar.
De amor vive o coração de Deus, de amor.
Amor que não se cansa de amar ! '



Ah, esse coração que resolveu plantar-se inteiro em Deus, e hoje não quer mais se aprisionar !


" O sabor está nas passagens. O definitivo é cansativo demais. (...) 
Tudo que não muda nos condena, nos condiciona. 
O bom da vida é saber que passa. Um fim de tarde com toda a sua beleza não cabe no tempo. E por isso ele se vai. (...) 
A beleza está nos intervalos, nos espaços de luz em que a sombra já se mostra. "

Pe. Fábio de Melo - Mulheres de Aço e de Flores

25 de jun de 2011


Quero voltar para casa depois de conquistar tudo e fingir que os anos não se passaram, que ainda sou aquela menina que não conseguia sair para lugar nenhum sem a mãe, e a cobrir a cabeça com o cobertor com medo da escuridão, mas que segurava as pontas firmes, porque desde aquela época já queria ser forte. Quero voltar para casa depois de semanas cansativas e ter pra sempre o aconchego do meu lar. Quero voltar para casa e esquecer que , tenho que voltar. Pare esse trem, eu só quero voltar para casa e fingir que o mundo não dá voltas, e que eu não corro perigo nenhum de cair. Então brinco com o jogo dos números para descobrir um jeito de dizer que a vida apenas começou e que ela ainda está muito, muito longe de terminar. Porque na mesma hora que tenho vontade de embarcar, tenho vontade de gritar para o máquinista: - Por tudo que é mais sagrado, pare este trem!
 
Eu sei que o mundo é preto e branco mas hoje, eu quero ver ele todo colorido, e de jeito nenhum quero que seja pela janela.

24 de jun de 2011


Na mansidão de cada prece, o meu coração entende que além de precioso, é preciso manter – se perto e, sobretudo dentro. Entende que não é estranho cultivar no rosto um traço mais leve ou guardar um passo inesperado para situações desesperadas. Entende que é na contramão das melhores circunstâncias, que construimos nosso caminho. Entende que seguir esse caminho, às vezes, é estrada com atalhos distantes, com coragens bordando o dia e um punhado de indelicadezas alongando o tempo.
Na mansidão de cada prece, o meu coração entende que mesmo depois de alguns anos virados não adianta tentar mensurar a dureza da vida. Entende que com o riso aberto, há sempre mais poesia. Ainda entende que não há nada que intimide a permanência das coisas mais simples e corajosas quando nos permitimos.
Na mansidão de cada prece, o meu coração entende que é inevitável não reconhecer que olhar para cada instante com olhos de fé torna tudo possível, num instante. E que ter a manhã de se fazer presente, sem qualquer disfarce ou nó embaraçando os laços, é viver sobre a plenitude de qualquer encanto. 

12 de jun de 2011

“Oh, diga-me a verdade sobre o amor”, exclamou o poeta W. H. Auden. 
  Afinal, existe algo concreto a dizer sobre o amor ? O que é o amor pra você ?  
O amor é o fermento que contrói o outro . O amor é fidelidade , compromisso , companheirismo e maturidade . O amor é mais . O amor é doação . O amor é decisão . Quem ama perdoa , compreende, tem paciencia . Conhece os defeitos , as limitações do outro e ainda assim o quer por perto. Enfim, para amar eu preciso antes de tudo aceitar ! Amar não é querer alguem construído, mas sim, contruir alguém querido .
E nessa contrução, nossos corações são abertos. Então, somos felizes!
E mesmo não sendo um conto de fadas,
eu tenho direito de ser feliz pra sempre, se eu quiser.


Feliz dia dos namorados, pra todos os casais apaixonados!

11 de jun de 2011


Não conheço sua história, nem tão pouco sei se você tem ou não alguém no coração. 
Nunca falamos diretamente sobre nós. Mas tenho a noção do efeito que o seu olhar causa em mim. Sei de como você fica doce quando sorri e mostra aquele brilho que só você tem no olhar, sei a cor dos seus olhos, conheço o som da sua risada, a sua mania de olhar pra baixo quando está com tédio, a sua hiperatividade de mexer nos cabelos, o jeito que apoia a mão no queixo quando algo te diverte e você quer ouvir mais sobre aquilo. Mas a verdade é que o pouco que sei sobre você, foi por ter te observado. 
Quero apenas descobrir se de fato você é tão interessante como minha mente imagina ou se estou apenas criando uma fantasia em torno de você.
Mas é que desde que te vi, algo no teu sorriso me prendeu. Sua espontaneidade me surpreendeu.
Fico sorrindo ao lembrar do teu sorriso, e inconscientemente, meu olhar sempre procura o teu. 
Não sei tua história, mas conheço o teu sorriso e a cada instante que se passa, me prendo mais ao teu olhar. E isso pra mim basta.
dei as costas. pisei firme, o salto ecoou sob a calçada, o vento batendo nos cabelos. 
só dei as costas. enfrentei a noite, sozinha, eu sei. 
simplesmente dei as costas.
não me peça pra ficar, não me peça pra amar amar e amar, meus ombros já caem sob o peso dessas noites com gosto de amarga solidão.
devolveste minha impulsividade, só não me agrade enquanto ainda não me conhece, só ouça e finja que me obedece, por favor.
dei as costas. sai, fugi, corri pro caminho que sempre me espera no fim de tudo, tropecei, pisei em falso... 
mas continuo, só segura desta minha vontade louca de fazer tudo dar certo desta vez. 
e tudo vai dar certo: dei as costas à essa esperança idiota de sempre acreditar no melhor das pessoas, dei as costas e vesti minha máscara.


e não me peça pra te olhar mais docilmente.
te dei as costas e agora não tem volta.

1 de jun de 2011

Nunca perca sua fé.
Porque no final do dia, é só isso que você tem!

O tempo tira de mim a inspiração que antes existia como fonte em meu coração.
Os meus pensamentos mais profundos ficam esquecidos em alguma gaveta velha na minha mente. 
É necessário tempo para organizar a tal gaveta...
E eu estou precisando disso: refletir, escrever, tocar, cantar, pensar, orar.
A vida não é só estudar, ter uma vida social, ela é também o tempo que você tira para si.
Pensar na vida é necessário.
Pensar. Repensar.
Nós somos feitos de pensamentos, e são esses pensamentos que nos distinguem uns dos outros.