19 de nov de 2011

Quase não percebi, porém já se iniciou o por de sol, desvestindo a noite de seus sombrios cueiros.
E eu deixo que a noite se abata sobre mim feito gostas de sereno.
Bem assim, o anoitecer é lindo.
Lá do alto, uma estrela pisca pra mim como se pedisse uma serenata.
Num flerte a anos luz de distancia, sorrio agradecida.
Aos poucos, as luzes mortiças da cidade impedirão meu contato com esses suavez pontos cintilantes que sorriem pra mim cada anoitecer.
O melhor dos presentes de Deus, depois de um longo dia.
A noite cai e é tão linca, repito.
Basta olhar em torno para descobrir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Esse é o seu espaço. Que ele seja doce !