27 de out de 2012

Sempre fui muito insegura.
Nunca me achei boa o bastante para muitas coisas, e algumas pessoas.
 Me acostumei a fingir que era forte frente aos outros enquanto chorava no quarto mais tarde.
Hoje vejo, em um ano tanta coisa mudou.
Preciso confessar que devo muito a você. Que já via além de mim. Desde quando me conheceu, acreditava mais em mim do que eu mesma, sem ser obrigado, sem precisar e mesmo assim sempre me deixando saber e tentando me incentivar.
Nunca fomos íntimos, mas nossos caminhos sempre se cruzaram de formas estranhas e em momentos inesperados.
E todas as vezes que acontecia você fazia com que eu me sentisse mais bonita com seu olhar.
Sempre fui melhor amiga das palavras, não encontrei ainda a certa para te explicar o quanto você me faz bem, e como eu adoro isso.
Talvez eu nunca entenda essa ligação tão intensa e forte, só sei que espero que nossos caminhos nunca parem de se cruzar, porque isso é especial demais pra se perder.
Só queria agradecer por me fazer acreditar e por acreditar junto, quanto mais longe eu chegar mais de você eu vou lembrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Esse é o seu espaço. Que ele seja doce !