8 de jul de 2011

Mais uma noite fria. 
Cobertores aquecem meu corpo, mas coração continua gélido e vazio. Gélido por sua indiferença, vazio por seu medo de amar.
Uma reação em cadeia de sentimentos bons e ruins que confundem meu coração que insiste em sangrar sempre mais.
O brilho do seu olhar me faz estremecer. O seu sorriso me acalma. O seu toque me desestrutura. E o seu silêncio, ironicamente, é o barulho que me faz despertar desse sonho.
E enquanto esse frio toma meu corpo, eu recordo que o mesmo amor que acalma, alegra e faz suspirar, também machuca e faz chorar.
Mas atire a primeira pedra, quem acha que vive plenamente aquele que nunca amou, se decepcionou e amou mais uma vez.
Afinal, o que importa realmente é sobreviver e nunca deixar de acreditar. Porque como bem diz a música, longe de você eu enlouqueço muito mais!

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. ossa, profundo isso! Ta sofrendo de amor amiga?? rs arrasou

    ResponderExcluir
  3. Que romântico, adorei !

    Bjs
    http://maviealeatoire.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Comente, opine, se expresse. Esse é o seu espaço. Que ele seja doce !